→ Veja como regularizar o título de eleitor para a Eleição 2018

→ Veja como regularizar o título de eleitor para a Eleição 2018
5 (100%) 1 vote

Regularizar título de eleitor

O comparecimento ao cartório eleitoral que o eleitor estiver inscrito, com os seguintes documentos, é necessário para regularizar o título:

  • Documento oficial original: carteira de identidade (RG), carteira de habilitação, certidão de nascimento ou de casamento, carteira de trabalho ou passaporte que possua a filiação;
  • Comprovante de residência mais recente: contas de luz, água, gás, telefone ou envelopes de correspondência. Caso o eleitor não tenha correspondências em seu nome, pode apresentar o comprovante com o nome de outro familiar que mora na mesma residência, junto à algum documento que comprove o parentesco;
  • Título de eleitor e comprovantes de justificativa, se houver.

Aprenda a Regularizar o Título de Eleitor

Em casos em que eleitor não votou e não justificou a ausência do voto, a situação só será regularizada com o pagamento da multa no valor de R$ 3,51 por turno não justificado.

Como saber se o título foi cancelado?

Quem tiver dúvidas se o seu título de eleitor está cancelado, pode consultar sua situação eleitoral pela internet no site do TSE. Também é possível saber a situação presencialmente em um cartório ou posto de atendimento eleitoral apresentando um documento de identificação oficial com foto.

Por que o título de eleitor foi cancelado?

  • Porque o eleitor não votou e não justificou a ausência do voto em 3 eleições seguidas.
  • Porque o eleitor faltou no recadastramento biométrico ou na revisão de eleitorado, ou não comprovou sua vinculação com o município do seu domicílio eleitoral.
  • Porque o eleitor não pagou a multas eleitorais.

E o que acontece se o título for cancelado?

Os eleitores que não regularizarem a situação eleitoral não poderão votar. Além disso, eles não vão poder tirar o passaporte ou carteira de identidade (RG), receber o pagamento de salários (apenas funcionários público), solicitar empréstimos, fazer a matrícula em estabelecimentos públicos de ensino ou inscrever-se em concursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *